O trem tá vazio!

image

Sim, é isso mesmo. Quando o trem parou na plataforma, fui correndo entrar no espaçoso vagão. É com muita alegria que escrevo esse post. Estou sentada. Consigo ver pelos rostos das pessoas como elas estão felizes. Muitos dormindo, outros roendo unha, alguns incrédulos. Uma jovem de casaquinho verde está tão embalada, que até colocou a mão na cabeça e apagou. Dá vontade de gritar: “O JAPERI TÁ VAZIO. VEM, GENTE!”. Mas prefiro ficar na minha para não encher essa bagaça. Um beijo.

Anúncios

Da série “das antigas”: O trem está CORRENDO RÁPIDO

Começo este post trazendo alguns acontecimentos que foram postados na minha página do Facebook, quando ainda não tinha criado o blog. São histórias engraçadas e que realmente só acontecem nesse ramal. Num certo dia, ao meu lado, duas senhoras estavam conversando sobre a viagem de volta para casa. De repente, uma delas sai com essa: “ainda bem que o trem está CORRENDO RÁPIDO”. E por acaso o trem corre devagar? Existe a possibilidade da velocidade ser reduzida. Agora, correr devagar é meio difícil. Mas é isso aí. Vou tentar correr dessa forma. Será que dá? 

Comércio Local

Como é sabido por todos, os trens da SuperVia possuem diversos comércios locais. Você encontra balas, chocolates, biscoitos com sabores até de “costelinha de porco com limão”. Enfim, uma variedade de coisas ao redor. Ontem, na volta para casa, um vendedor de biscoitos saiu com a seguinte observação: “Gostaria de pedir a atenção de vocês. Se vocês não puderem me dar, me emprestem, que eu devolvo quando terminar de falar”. E eu emprestei a minha. Nem pedi de volta. Que criatividade!

Post de boas vindas!

Japeri

Olá, boa noite! Estreando o blog com um post sobre as confusões que aconteceram na SuperVia na manhã desta sexta, dia 12 de abril. Foi uma viagem um tanto quanto incômoda. Plataformas lotadas, passageiros nervosos porque os trens estavam com atrasos de, no mínimo, 30 minutos. Enfim. Hoje foi complicado, mas consegui chegar no trabalho sã e salva! Na volta já foi mais tranquilo mas, como estamos falando do Japeri, um simpático rapaz que estava sentado na minha frente, estava um pouco embriagado e veio entoando funks da atualidade. Os jovens gostaram e alguns até “sacolejavam” com a ajuda dos movimentos do trem. É isso. Mais informações nas viagens diárias!

Crédito da imagem: http://emjaperi.blogspot.com.br/